30-10-2018 | Afinal, onde nasceu a ideia de que o gato preto dá azar?

Eles estão presentes em inúmeros filmes e livros de terror, são a principal companhia quando existe uma feiticeira nos contos populares e até Edgar Allan Poe o protagonizou num dos seus contos mais famosos, "O Gato Preto", onde responsabiliza o animal por uma série de factos assustadores e sobrenaturais. Mas, afinal, de onde vem a ideia de que o gato preto é portador de má sorte?

Esta superstição teve início na Idade Média, uma vez que se acreditava que os felinos tinham ligações com o diabo (principalmente se fossem pretos, cor que até então simbolizava as trevas e a magia negra). Devido aos seus hábitos nocturnos, o gato era visto como uma figura ligada intrinsecamente à mítica figura da feiticeira, ideia enraizada aquando a decisão do papa Inocêncio VIII em colocar o animal na lista de seres hereges  perseguidos pela Inquisição.

Diz-se ainda que este rumor começou nas viagens de carruagem, em que os cavalos, ao deparar-se com um gato inesperadamente, ficavam assustados e descontrolados. Acreditava-se também que o surgimento de um gato preto simbolizava a chegada de piratas, uma vez que estes felinos viajavam frequentemente nos navios para caçar ratos no porão.

Assim, o gato preto foi associado a rituais místicos durante anos, tendo sido queimado juntamente com todos aqueles acusados de bruxaria, sendo que a sua perseguição durou até ao ano de 1630, quando foi proibida pelo rei Luís XIII, em França.

Site da Miau Magazine: www.miaumagazine.pt

Sobre a MIAU Magazine: A MIAU Magazine é uma revista bimestral lançada no ano de 2018, cujo intuito é a partilha de conteúdo informativo e noticioso sobre o Universo Felino.

 







©Portal Franchising® 2011 | Criado por: